“Mana, como conseguiste entrar no espelho?” por Luísa Graça

Questões como “Gostas de ser gémeo?”, “Como é ser gémeo?”, “O que sentes por seres gémeo?” revelam a existência de algo de intrigante naquilo que é a realidade natural, espontânea e consumada dos gémeos. O facto de os gémeos serem um grupo minoritário faz deles uma realidade especial para a maioria das pessoas.

Através do seu olhar empírico e, uma vez que é gémea, a oradora, Luísa Graça, expôs alguns aspectos relevantes sobre a experiência de ser gémeo no crescimento e no desenvolvimento da pessoa, desde a proximidade e estímulo mútuo no útero materno, a permanência da identidade desde o nascimento, o crescimento lado a lado, as experiências simultâneas das actividades mais elementares da vida, até à fase adulta, em que a maioria das questões fica quase totalmente desmistificada, fazendo dos gémeos apenas dois irmãos, mais ou menos parecidos, com vidas, contextos, empregos e amigos mais ou menos distintos, que partilham fases de vida semelhantes e experienciam episódios curiosos e engraçados, como resultado das suas parecenças físicas.

Apresentadora: Luísa Graça
Evento: Cooltiva-te VI
Data: 7 de Março de 2010

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: